Recuso-me a falar de AMOR…

_JCF5319Enquanto houver miséria, injustiça, prepotência, arrogância, enquanto houver hipocrisia, vaidade, egoísmo, crueldade, recuso-me a falar de AMOR. Não porque soe piegas, mas porque é absolutamente inaceitável conviver com a falsidade… em nosso redor o que vemos é abuso de autoridade, corrupção, destruição da Natureza, genocídio de indígenas, exploração de trabalho humano e enriquecimento ilícito de políticos, empresários, multinacionais e falsos profetas de religiões messiânicas e fundamentalistas!

Houve um tempo em que eu pregava a revolução, o socialismo e o igualitarismo. Cheguei mesmo a me envolver com os movimentos políticos das décadas de 1960 e 1970, acreditando que o comunismo seria nossa redenção. Acreditava tanto nessa via socialista que me engajei de corpo e alma na luta contra a ditadura militar e contra os crimes praticados nos porões do DOI-CODI e do DOPS paulista. Coloquei minha vida nessa batalha perdida, que durou cerca de 21 anos e acabou com nossas lideranças.

No entanto, veio, finalmente, algo parecido com a Democracia, foi feita uma Constituição solidária com povos indígenas e quilombolas, criou-se mecanismos para que partidos socialistas se instalassem e ganhassem o poder. Ficamos todos eufóricos e elegemos LULA, o “sapo barbudo” e oPTei pelo Partido dos Trabalhadores, certo de que tudo mudaria nesse país. Ledo engano! Lula passou oito anos no poder e deu seu apoio incondicional ao agronegócio, às empreiteiras e mineradoras estrangeiras!

Vi o PT se desmanchar no MENSALÃO, vergonha nacional que o poder judiciário demorou quase DEZ ANOS para levar a julgamento, com um resultado insatisfatório, coberto de regalias e manifestações de “apoio e solidariedade” aos meliantes que roubaram nosso pais e cuspiram em nossa dignidade! Vimos os Zés (Dirceu e Genoíno) fazendo o gesto comunista, punho cerrado e braço esquerdo no ar, caminhando para a CADEIA como se fossem prisioneiros de guerra ou vítimas da ditadura militar!

Vi LULA, o sapo barbudo perder a barba e a vergonha na cara e eleger DILMA, a “gerente do PAC”, desconhecida e burra, subindo a rampa do Palácio da Alvorada, que deveria ser rebatizado como Palácio da Corrupção e do Entreguismo! Sim, DILMA entregou o país aos RURALISTAS AGROTÓXICOS, plantadores de SOJA e criadores de GADO! Nosso país virou a DESPENSA DO MUNDO, entregando nossas riquezas (OURO, FERRO, FLORESTAS, PETRÓLEO) a preço de BANANA e comprando BUGIGANGAS da CHINA a preço de DIAMANTE. Estamos entregando as FLORESTAS, os RIOS e as MONTANHAS para dar a melhor condição de vida aos nossos CLIENTES em troca da MISÉRIA de nossas populações marginalizadas pela pobreza!

Vejo, a cada dia, nossa população bestificada e alienada aceitar essas trocas imbecis, sem reclamar, sem perceber que estamos sendo espoliados, preparando o futuro de nossos filhos com a desgraça que virá quando nosso MEIO AMBIENTE estiver completamente degradado e imprestável até mesmo para CRIAR GADO, PLANTAR SOJA E CANA DE AÇÚCAR e EXTRAIR MINÉRIOS! E esse futuro não está assim tão distante como pensam esses cretinos que votam no PT: nossos netos já não terão lugar para viver com dignidade; nossos indígenas, a maior riqueza étnica do mundo, já terão sido extintos, dizimados pela miséria, corrompidos pela sociedade consumista e pelos empreendedores que constroem estradas e hidrelétricas na AMAZÔNIA!…

Então, por que falar de AMOR diante dessa tragédia anunciada? Por que insistir que “a vida é bela” se sabemos que vivemos uma tremenda ilusão de desperdício e consumismo desenfreado, alimentando a fome insaciável dessa civilização do consumo sem limites? Para que insistir acreditando que tudo vai mudar, que os movimentos sociais estão assumindo o poder, se sabemos que tudo é MENTIRA implantada pela mídia em nossos cérebros vazios de ideias e de altruísmo? Para que perseverar nessa luta entre DAVI e GOLIAS, que não terminará como nos textos bíblicos, mas sim em um esvaimento da seiva da vida que ainda corre nas veias de alguns poucos GUERRILHEIROS DO BEM? Cansei de lutar e de acreditar no SER HUMANO, essa estúpida criatura que não percebe que os verdadeiros tesouros estão na simplicidade da vida, na beleza da NATUREZA, no amor verdadeiro…

Recuso-me a falar de amor simplesmente porque já não acredito mais na salvação da HUMANIDADE e penso que os seres humanos precisam, urgentemente, ser banidos da face da Terra para que uma nova civilização ressurja e tente se livrar dos vícios de nosso passado, escrito com o sangue dos inocentes e construído sobre fortunas acumuladas dos saques dos pobres e oprimidos!

por João Carlos Figueiredo Postado em Ensaio

Aguardo sua resposta...

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s