A Hipocrisia da Preservação Ambiental


As preocupações com o Meio Ambiente só se evidenciam quando uma tragédia de grandes proporções ocorre na Natureza. Prova disso é que o Ministro do Meio Ambiente só se manifesta anualmente, para dizer que o desmatamento "diminuiu"! Ou seja, só estão destruindo um campo de futebol por dia de nossas florestas!

O Greenpeace só sabe fazer listinhas de abaixo-assinados contra as devastações da Amazônia e contra os transgênicos, como se isso fosse fundamental! Ou então pendurando faixas na Golden Gate ou no Elevador Lacerda! E a Rede Globo criou um site para que os ingênuos constatem que existem alguns milhares de focos de incêndio na Amazônia, como se isso fosse reverter o processo de desmatamento!

Enquanto isso, Blairo Maggi, nas altitudes de seu poder governamental, e com o apoio de seus omparsas (leia-se UDR e Ronaldo Caiado!), continua devastando as florestas e os cerrados, transformando tudo em uma imensa plantação de soja transgênica!

Programas como Globo Ecologia, Terra da Gente e correlatos mostram as belezas que se acabam e que nossos filhos e netos somente irão conhecer pelos documentários da National Geographic…

A água doce aos poucos se torna salobra ou contaminada, reservando aos nossos descendentes um mundo de fome e sem cores… nossos aquíferos não serão suficientes para mitigar a sede dos que virão; o ar será tão contaminado que precisaremos usar máscaras para respirar; a população continuará a crescer, gerando novas rebeliões e legando o ódio e o desespero aos que herdarão o mundo deixado por nós…

Enquanto isso, continuamos nossa vida de consumismo desenfreado, indiferentes aos alertas que não apenas a Natureza nos encaminha, mas também esse Capitalismo podre que fala pelo idioma das Bolsas de Valores e dos Analistas Econômicos que se divertem digladiando seu conhecimento inútil e supérfluo… tanto faz se a culpa é dos bancos ou dos especuladores; o resultado é o mesmo: alguém irá lucrar muito com isso, enquanto toda a Humanidade sofre pelo desespero da fome! Com toda a certeza, já se esqueceram de Bangladesh e de Ruanda…

A tragédia maior ainda está por vir: depois de devastada, a Floresta Amazônica se transformará em um imenso deserto! Nossos rios serão esgotos ao ar livre! Nossas cidades litorâneas serão submersas pelo aquecimento global e pelo derretimento dos Glaciares e do gelo Ártico e Antártico… não há retorno para essa destruição! O resultado será, inevitavelmente, a Morte, as lutas fratricidas, o ódio e a devastação!

E o mundo se acabará? Certamente NÃO! Ainda viveremos para "admirar nossa obra-prima": um mundo parecido com a ficção… desertos, fome, desgraça…

E os privilegiados da Elite, como ficarão? A História responde a essa indagação: basta ver o desaparecimento das grandes civilizações do passado; os Maias, os Aztecas, os Incas, os Egipcios, os Romanos, os Persas… os primeiros a serem executados serão os poderosos! Afinal, eles decidiram, pela sua "liderança" ou pelo poder imposto, o destino de cada um de nossos descendentes…

Continuemos a fingir que essa desgraça não nos atingirá! Vamos manter nossos hábitos de desperdício e de abuso, imaginando, como o fizeram os antigos, que alguma força superior reverterá a situação e nos trará de volta o Welfare State dos economistas do iníco do século XX!

Afinal, serão os nossos filhos e netos que herdarão a Terra, não nós…

queimadas

por João Carlos Figueiredo Postado em Ensaio

2 comentários em “A Hipocrisia da Preservação Ambiental

  1. Malu, você está certa; mas não é apenas a Ministra do Meio Ambiente quem só se manifesta em situações de crise ou tragédia. Todo o povo brasileiro se omite diante das questões ambientais, talvez por considerá-las secundárias em nossa escala de prioridade. Acontece que estamos destruindo a Natureza de forma irresponsável e irreversível, e quando o mundo tomar consciência disso será tarde demais. Veja, por exemplo, os desertos que existem na Terra e que foram, um dia, uma região riquíssima em biodiversidade; hoje, não se imagina reverter esses desertos e transformá-los em florestas; isso é praticamente impossível. Agora pense na Amazônia: boa parte de suas terras se mantém fértil e rica porque seu solo está coberto de materiais orgânicos da própria floresta. Removendo-se essa camada, seja pelas queimadas, seja através de tratores, rapidamente esse solo se torna estéril e desértico. É isso que está ocorrendo: quem invade a floresta para criar gado ou plantar soja é um criminoso; e quando essa terra se torna estéril, o fazendeiro se muda, invadindo outra área preservada e continua a destruição. Quer uma prova concreta disso? Veja uma imagem de satélite do estado de Mato Grosso hoje e como era 50 anos atrás: terá uma surpresa terrível, pois já não resta nem metade da floresta que lá havia até 1960. É lamentável, mas é real…

  2. As preocupações com o Meio Ambiente só se evidenciam quando uma tragédia de grandes proporções ocorre na Natureza. Prova disso é que o Ministro do Meio Ambiente só se manifesta anualmente, para dizer que o desmatamento “diminuiu”! Ou seja, só estão destruindo um campo de futebol por dia de nossas florestas!

Aguardo sua resposta...

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s