Capitalismo em Crise

Nem o mais brilhante economista poderia antever essa situação; nem o mais radical revolucionário marxista ou anarquista poderia desejar esses resultados! O Capitalismo mundial, globalizado, americanizado, está em crise, em estado terminal!

Pode parecer uma profecia de Nostradamus, mas não é! O Ocidente e o Oriente se encontraram nesta encruzilhada em que nos metemos graças à convicção de que os Estados Unidos da América do Norte seriam sempre o Norte, o Guia, o Destino de nossas realidades! Que o "Welfare State" seria factível, desde que nos convertêssemos ao jugo, ao domínio, ao poder único e infalível das terras do Tio Sam!

Não era verdade, agora sabemos… mas talvez seja tarde para buscar novos rumos. Sim, porque constatamos que nossas economias foram reduzidas a migalhas para salvar a Economia Americana! E o que temos nós a ver com as aventuras das instituições bancárias daquele país? Se eles criaram créditos para que a classe abastada se endividasse comprando mansões, nosso povo continua morando nas favelas, dependurados nos morros, à beira dos esgotos a céu aberto, convivendo com narcotraficantes e bandidos de toda espécie…

Se as eleições foram "um sucesso", sem violência ou falcatruas, isso só foi possível com o exército tomando conta das áreas de conflito, intimidando a população às avessas, para que elas não se rendessem às ameaças dos seus "protetores". E agora, quando tudo irá "voltar ao normal" nas favelas e câmaras de vereadores, só nos resta olhar o dinheiro desaparecendo de nossas poupanças para proteger a quem?

Aos Banqueiros, meus amigos!

Justamente aqueles que auferiram os maiores lucros de sua história nos últimos quinze anos! E sem nenhum risco, pois suas ofertas de financiamento desaparecem quando preciso, e são lastreadas pelos juros mais altos do mundo, um "spread" que lhes assegura toda a traqüilidade, uma vez que em menos de 12 meses já têm todo o seu dinheiro retornado, restando 12, 24, 36 parcelas de puro lucro!

É assim que o mundo existiu até hoje: na usura dos oportunistas, justamente aqueles que não contribuiram nunca, em nenhum centavo, para a produção de riquezas! Essas instituições que estão falindo na Europa e nos Estados Unidos não levarão consigo seus empresários banqueiros, que estes, na pior das hipóteses, irão usufruir de suas próprias riquezas, expropriadas do trabalho e do suor da massas operárias!

Anúncios
por João Carlos Figueiredo Postado em Ensaio

Aguardo sua resposta...

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s