Noite infinita…


Cá está ela, a noite…
… silente em seus ruídos…
… arrastando horas… minutos… noite infinita!

Rebusco palavras de cenas revisitadas…
… lugares-comuns dos sonhos, talvez…
Estou mudo, vazio, suspenso no ar…

por João Carlos Figueiredo Postado em Poesia

Aguardo sua resposta...

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s