Meu Bonsai

Pequenina árvore de milenar sabedoria,
Contigo carregas tua beleza e harmonia:
Robusta delicadeza !

Cultivar-te é uma Arte !

Descuidar-te, ainda que por um momento,
É a morte… é a Morte !

… e como me dói tua morte, meu Bonsai !
Pois mesmo que muito te amasse
( e eu o fiz, creia-me ! )
Jamais suspeitaria
A falta que me farias !

Bonsai, querido, de tão poucos dos meus dias,

És meu Pai !

Anúncios
por João Carlos Figueiredo Postado em Poesia

Aguardo sua resposta...

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s